Consulta Pública para atualização do PNI recebeu 80 contribuições

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) concluiu a primeira etapa da consulta pública do novo Programa Nacional de Apoio aos Ambientes Inovadores (PNI).

A iniciativa tem o objetivo de ampliar e impulsionar a inovação e a capacidade competitiva brasileira em âmbito global. O Termo de Referência sob consulta foi produzido pelo MCTIC em parceria com representantes do poder público, academia, empresas e sociedade civil.

Foram recebidas 80 contribuições de instituições públicas, setor privado, universidades, startups, secretarias estaduais, prefeituras, associações, institutos federais, profissionais liberais, centros de tecnologia, entre outros.

O coordenador-geral de Estímulo ao Desenvolvimento de Negócios Inovadores do MCTIC, José Antônio Silvério, explica que a aprovação do novo Marco Legal de Ciência e Tecnologia ampliou os ecossistemas e mecanismos de apoio à inovação no país. Por isso, é importante a nova formatação do PNI.

“O PNI é um programa que vem sendo gerenciado desde 2002 e já ajudou a consolidar 43 Parques Tecnológicos no Brasil. Em função do novo Marco Legal, nós estamos atualizando o programa para abranger todos os ecossistemas e mecanismos promotores da inovação. Como a missão do ministério é produzir conhecimento e gerar riqueza, o PNI vai fazer a ligação entre o conhecimento produzido pelas universidades e o setor industrial”, detalha.

Todas as contribuições recebidas serão avaliadas pelo MCTIC em conjunto com o grupo de especialistas que elaborou o Termo de Referência e se tornarão uma Portaria que vai oficializar em breve o novo Programa Nacional de Apoio aos Ambientes Inovadores.

Para saber mais acesse aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *