Programa Centelha destina R$1,6 milhão para inovação em SC

Santa Catarina é o primeiro  estado contemplado com recursos do programa que estimula a criação de negócios inovadores

Santa Catarina será o primeiro estado a contar com recursos do Programa Centelha, que vai destinar R$ 1,68 milhão para estimular a criação de empreendimentos inovadores. O edital de fomento deverá ser divulgado até o fim deste mês de maio. A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc).

O programa Centelha em Santa Catarina contará com R$ 1,1 milhão da Finep e R$ 580 mil da Fapesc. “Nós selecionamos 19 fundações de amparo à pesquisa do país, e Santa Catarina vai ser a primeira a lançar este edital, que vai dar o suporte para o empreendedor transformar a sua ideia em uma empresa inovadora”, diz Públio Ribeiro, coordenador de Ambientes Inovadores do MCTIC.

De acordo com o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, o Programa Centelha vai aportar recursos em startups. “Vamos fazer um funil partindo de mil ideias iniciais e, a partir do processo de seleção, chegaremos a 28 empresas nascentes que vão receber o recurso público”, explica.

O Programa Centelha foi idealizado com o objetivo de estimular a criação de empreendimentos inovadores em todo o Brasil, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais. A iniciativa é promovida pelo MCTIC e pela Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação CERTI.

Negócios de sucesso

O programa será executado de forma descentralizada, por meio da articulação institucional e cooperação com órgãos e entidades da administração pública estadual que atuam na área de ciência, tecnologia e inovação, com o apoio técnico e financeiro do MCTIC e das agências federais de fomento. Os principais benefícios a serem oferecidos pelo programa são capacitações, recursos financeiros e suporte para ajudar empreendedores a transformarem suas ideias em negócios de sucesso.

Do total de 21 projetos aprovados pela Finep na seleção pública de propostas dos parceiros operacionais estaduais, 19 são provenientes das Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) dos estados. No total, a previsão é de que sejam investidos R$ 34 milhões, sendo R$ 21,5 milhões pela Finep e R$ 13 milhões pelos parceiros nos estados.

Fonte MCTIC: Sala de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *