MCTIC atualiza programa de apoio a ecossistemas de inovação

A Portaria Nº 6.762/19 publicada nesta sexta, 20/12, no Diário Oficial da União, atualiza a organização institucional do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para apoio a ecossistemas inovadores. O objetivo é estimular o surgimento, desenvolvimento e a sobrevivência de empresas de base tecnológica no país.

“O novo marco legal [de C&T] ampliou conceitos, até então restrito a parques tecnológicos e incubadoras, com novos arranjos. No ecossistema, na infraestrutura, temos os parques, mas também as cidades digitais, distritos e polos tecnológicos, por exemplo. E nos mecanismos promotores, além das incubadoras há aceleradoras, ambientes de coworking, laboratórios abertos”, explica o coordenador de ambientes inovadores do MCTIC, José Silvério.

Reestruturado, o Programa Nacional de Apoio aos Ambientes Inovadores busca estimular o adensamento tecnológico das cadeias produtivas da economia brasileira por meio da criação de empresas fornecedoras de produtos, processos e serviços inovadores para empresas já consolidadas no mercado nacional e melhorar a competitividade da economia brasileira por meio da ampliação da quantidade de empresas brasileiras atuando em segmentos de alto conteúdo científico e tecnológico no mercado internacional.

Para tanto, usa especialmente recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, com a Finep como canal de irrigação. Há uma coordenação da Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, em articulação com os ministérios da Economia e da Educação, Finep, CNPq, BNDES, além de atores como Confap, Anprotec, Fortec, ABVCAP e a Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI).

O apoio a parques tecnológicos e incubadoras rendeu frutos nos últimos dez anos desde a criação do PNI, agora ampliado. Nas contas do MCTIC, em que pese a diversidade, existem no país 53 parques tecnológicos em funcionamento, além de 363 incubadoras de empresas. E mesmo se tratando de um ambiente mais recente, já são pelo menos 57 aceleradoras em operação.

Fonte: Convergência Digital

WhatsApp chat